Saturday, 14 May 2011

D33 - Batatinhas assadas do avô


Batatinhas assadas do avô...
Que grande suspiro que eu dei hoje de manhã quando senti esse perfume. Senti-me capaz de seguir aquele cheirinho divinal ao sair do comboio para pedir um pratinho daquelas batatas assadas e sentar-me no chão a comê-las!
Mas no final foi apenas um suspiro e uma viagem à infância.
O meu avô foi uma pessoa muito importante na minha vida e tinha uma mão para a cozinha de invejar a muitos mestres.
Cozinhava, dizia ele, para desenrascar, mas na verdade era o cozinhar para a neta, o amor que lá punha que lhe dava o sabor encantador que justifica (em parte) os quilos a mais que eu carreguei por muitos anos! Quilos que me souberam a Ternura, a Carinho, a Amor de Avô!
As batatas assadas com frango era o meu prato preferido, o outro era o arroz com hortaliça do quintal.
Tudo cozinhado em fogão de lenha...pois...esse era um dos outros segredos!
Nada sabe ao mesmo depois de se comer o que é feito em fogão de lenha... por isso tiro a barriga de misérias quando visito a Mãe!


;)

2 comments:

Joana said...

Uma das minhas primas, que mora numa zona do país diferente da minha, tem um fogão desses e eu sempre quevou lá a casa dela tiro a barriga de misérias. O cabrito assado ali tem um sabor especial...

Beijinhos

Luna said...

O sabor da comida confeccionada em fogões de lenha é sempre especial!
:)
Beijinhos Joana.