Thursday, 14 June 2012

Diário de Bordo - E4V3


Existem viagens que nos mudam, pela sua intensidade.
Estas viagens, mais do que a terras exteriores, são viagens dentro de nós mesmos. Na altura certa, todo o Universo conspira a favor dessa interiorização...todas as condições são previstas...mesmo que para nós e na nossa cabeça, essas condições pareçam o fim da linha.
Mas o que é o fim da linha, senão o início do voo?
Difícil de entender para quem não vê para além do que os olhos permitem, impossível de explicar para quem vive e quem sente toda esta intensidade dentro de si...
"O essencial é invisível aos olhos..."
Por esse essencial nos transformamos, nos tornamos mais impermeáveis aos julgamentos destrutivos (de nós próprios e dos outros), nos tornamos mais confiantes e tudo flui, tudo apresenta um rumo e uma solução, mesmo que não seja a esperada.
Aprendemos que não podemos controlar tudo, mas podemos aprender e crescer com os imprevistos, aprendemos que há pessoas que se afastam e outras que se aproximam em momentos chave da nossa vida.
Acima de tudo, aprendemos que há acontecimentos incontornáveis, para que outros tomem lugar e nos permitam apreender perspectivas bloqueadas pela nossa recusa em aceitar.
Voltei, de coração muito mais aberto, que me tem permitido ver e aceitar o que me rodeia, tal como é, sem necessidade de mudar ninguém, senão a mim mesma.
Voltei para continuar a dar vida a este Jardim de Pequenas Coisas, com novas perspectivas e novos sonhos...
Voltei e deixei para trás velhos cascos...
Voltei, renascida!

No comments: