Tuesday, 14 February 2012

D309 - Dança ao horizonte


Dizem que sim que sou livre...

Vejo o horizonte, apenas o horizonte e nada mais...


E caminho, passo após passo...

Caminho, caminho e mais caminho...

E o que vejo? Mais caminho...

Corro, abrando, tento ir mais longe, ficar mais perto...

E no horizonte? Apenas ele mesmo...indefinido...

Danço ao horizonte, ao caminho...

O que fica?

Apenas a essência isolada...

Porém continua a dança,

A dança que preenche o indefinido horizonte das possibilidades...

O horizonte indefinido do destino incansável!

No comments: