Wednesday, 28 September 2011

D169 - Partilha


Em tempos de crise, não apenas material, mas acima de tudo de valores, enche o coração ver acções de partilha e solidariedade entre desconhecidos.

Elas sentaram-se no comboio, nunca se conheceram, mas algo as tornava semelhantes: ambas liam histórias sobre a vida após a morte e tinham uma tosse que as incomodava constantemente na leitura.

E quando uma delas pára a leitura pois a sua tosse não parava e não a deixava respirar a outra estende a mão e diz: "Tome este rebuçado, vai ajudar a acalmar um pouco até poder tomar um xarope."

São gestos destes que nos enchem o coração em tempos destes.
Partilha, meus amigos, é a moeda que não esgota porque quanto mais se dá, mais plenamente se vive!

1 comment:

Shin Tau said...

Sem partilha mergulhamos na solidão, que poderá ser benéfica por um tempo, mas depois... restar-nos-á a putrefacção das ideias, sentimentos e valores.
É por isso que cá estarei a acompanhar as tuas partilhas, para crescer em gestos simples mas recheados de boas vibrações.

Obrigada por me acompanhares também.

Um abraço